Cadastre seu e-mail para receber dicas fantásticas sobre SUCESSO e PROSPERIDADE

Aprenda a praticar a Auto gratidão

A Auto Gratidão

auto-gratidao-1

Hoje eu quero começar essa nossa conversa fazendo um questionamento: quando alguém te ajuda, atende bem ou oferece um serviço ou produto satisfatório, quando teu par é solícito, teus filhos são amorosos, você costuma agradecer? Como venho ensinando aos meus alunos e a todos que me acompanham, a gratidão é uma ferramenta poderosa que nos traz resultados concretos e diários em todas as áreas de nossas vidas:  na saúde, finanças, nos relacionamentos pessoais e profissionais. Mas neste processo de agradecer, temos uma outa atitude importantíssima.

Eu quero te fazer uma pergunta: qual foi a última vez em que você admitiu para si mesmo que “mandou bem” em alguma situação, seja no trabalho, seja no relacionamento a dois ou com seus filhos, resolvendo alguma situação, ou até mesmo fazendo alguma atividade do dia a dia, como preparar uma comida gostosa?

E vou além: quando foi que você, além de admitir que fez algo bem feito, agradeceu a si mesmo por ter agido desta ou daquela maneira? Se você for como a maioria das pessoas, provavelmente deixou passar todas estas situações sem se dar conta do que havia feito de bom, e muito menos se agradeceu pela atitude tomada.

banner_a gratidao transforma

Talvez porque tenha escutado falar, desde pequeno, “que não fez mais do que a obrigação. ” Ou então por ter aprendido que a modéstia é uma grande virtude. Sou a primeira a falar que devemos fazer tudo na vida com excelência – até mesmo o que fazemos por obrigação, e não por paixão. Também acho que a modéstia é uma virtude, mas existe uma diferença grande entre ser modesto e não valorizar o que se faz. Isto pode impactar diretamente no seu dia-a-dia.

Vou te explicar agora como o que eu chamo de “auto gratidãoestá relacionado com a autoconfiança e não tem nada a ver com cumprir sua obrigação somente ou se vangloriar do que fez. A autoconfiança é o fator principal para que uma pessoa seja bem-sucedida em todas as áreas da vida. Muitos alunos chegam até mim cheios de diplomas, com vários cursos feitos, mas não tem coragem de atuar na área para a qual estudaram e se prepararam, exatamente por não acreditarem em si mesmos ou reconhecerem suas capacidades!

Tenho um aluno maravilhoso de um de meus cursos, formado em Direito, mas que não advogava por medo de ter que falar na frente de um júri. Foi trabalhar como contabilista, e assim se encontrava, frustrado por não exercer sua primeira profissão, apesar de ser um ótimo contador. O medo que ele tinha de se expor era pura falta de autoconfiança, pois não tinha a exata noção de suas capacidades. Mas ele achava que era pura timidez!

auto-gratidao-2

No decorrer do curso, foi descobrindo suas capacidades e habilidades. Isto o tornou autoconfiante. Ele sabia que era um ótimo profissional na área contábil, e começou a se dar crédito cada vez que seus clientes elogiavam seu trabalho ou indicavam novos clientes. Aos poucos, foi percebendo que atendia a todos sem a tal “timidez” que o bloqueava por todos aqueles anos, inclusive dando dicas importantes sobre algum problema jurídico que os clientes enfrentavam. Com a ajuda do meu curso conseguiu chegar a seguinte conclusão: “se eu posso falar sobre problemas jurídicos com meus clientes, por que não posso utilizar o dom da oratória para defender uma causa? ”

Ele passou a se apropriar do modo como lidava com as pessoas, nos aconselhamentos que oferecia, e começou a dar crédito a si mesmo. Aprendeu a agradecer por sua atuação na área contábil com competência, que tinha lhe providenciado o sustento todos aqueles anos. E a gratidão resultou em algo interessante: uma de suas clientes, sabendo que ele tinha formação em direito, pediu que ele advogasse para ela. Afirmou que não conhecia outra pessoa tão competente, que ela só queria ele como advogado! Naquelas alturas do campeonato, e com a cliente confiando tanto nele, não tinha outra saída além de aceitar, certo? Pois foi o que fez. Ele assumiu o caso, ganhou a causa e foi até entrevistado pela TV devido ao fabuloso resultado! Mas nada disso teria acontecido se ele não tivesse se conscientizado de suas capacidades e feitos, valorizado cada um deles e sido grato por ser como era.

E agora é a sua vez. Então, vamos lá. Vamos mapear como anda sua capacidade de ser grato a si mesmo, usando para isso uma análise dos componentes da autoconfiança.

Primeiramente, quero que você faça o seguinte exercício: construa uma lista com tudo o que você faz bem, ou no que acha que é bom. Vale as mais variadas atividades: dançar bem, fazer brigadeiro, dirigir, fazer contas, sintetizar ideias, elaborar relatórios, cantar, ajudar pessoas, até fazer castelo de palito entra na lista!

Leia cada item e agradeça por ter esta capacidade. É possível que você lembre de acontecimentos bons que ocorreram em decorrência dessas habilidades: portas que se abriram, amizades que começaram, um trabalho que surgiu, enfim. Agradeça pensando em cada uma dessas capacidades.

Valorize-se.

Quantas vezes você já ouviu dizer que só é valorizado quem se valoriza? Pois esta é a mais pura verdade. Enquanto você não der a devida importância para tudo o que faz bem, enquanto você praticamente pedir desculpas por ser quem você é, ninguém vai lhe dar valor.

auto-gratidao-3

Isto também me obriga a citar uma frase que você certamente já ouviu, independentemente de que credo pertença: “amai o próximo COMO A TI MESMO”. Olhe que ensinamento poderoso! O desafio não é só amar o próximo, mas tem que ser em igual proporção ao quanto você se ama! E se eu não me amar, Márcia? Se você não se amar, sinto muito por lhe dizer isso, mas nesse caso você não estará preparado para amar ninguém. O máximo que pode estar fazendo é trocando carências com alguém ou preenchendo o medo de ficar sozinho, ou ainda tentando parecer bonzinho para receber elogios e assim sentir vindo do outro o amor que você não sente por si mesmo!

Por este motivo, repito: ame-se! Agradeça diariamente pelo corpo que tem, pelas capacidades que possui, pela pessoa maravilhosa e única que você é. Isto é auto gratidão. Muitas vezes nos sentimos tão inadequados, incapazes, culpados, que desenvolvemos doenças, aceitamos relacionamentos abusivos seja em casa, ou no trabalho.

Isso me faz lembrar outro exemplo. Vou relatar um outro caso de uma aluna, que se separou recentemente de um marido abusivo. Sem me contar detalhes, disse-me que sofreu horrores com este homem, tanto ela quanto seu filho – que muitas vezes lhe pediu para que se separasse do pai. Finalmente esta mulher encheu-se de coragem e deixou o marido. Ela entrou no meu curso da gratidão com a seguinte preocupação: “Márcia, será que conseguirei ajudar meu filho com esse curso? Já tentei fazer com que ele acompanhasse as aulas comigo, mas ele não quer. Ele está tão revoltado! O que faço para ajudá-lo? ”

Procurei conversar com ela e entender melhor o que lhe afligia. Ela me contou que após a separação o filho a culpava por todo o sofrimento que o fez passar por não ter se separado antes do pai. Ela se sentia muito mal, culpada pelo sofrimento do garoto, e mesmo arrasada e desestruturada com a recente separação, esqueceu-se de si e só conseguia pensar que precisava ajudá-lo. Me compadeci do pobre menino, que provavelmente encontrava-se no auge da adolescência e por isso culpava a mãe por atitudes inadequadas no passado. Eu sabia que esta mulher precisava de apoio para superar o momento de separação e não das acusações do filho, mas eu entendia que para a cabeça de uma adolescente não é fácil processar tudo isso. Então perguntei para minha aluna qual era a idade do mocinho revoltado. E para minha surpresa, já era um homem feito, de 28 anos!

Agora perceba: esta minha aluna saiu de um relacionamento abusivo, e caiu em outro, agora nas mãos do filho! No momento em que precisava de apoio – e este filho, já um homem, poderia dar este apoio a ela – estava sendo novamente massacrada emocionalmente, sentindo-se culpada como mulher e como mãe! Do que ela precisa? Precisa dar limites a esse filho; não pode mais admitir que ele a culpe deste modo.

Acontece que enquanto ela não aprender a dar limites a quem quer que seja, ninguém irá respeitá-la! Para isto, você tem que gostar de si mesmo. Também tem que saber que você é alguém maravilhoso e que não merece ser maltratado, nem receber migalhas de afeto, ou ser injustiçado, acusado, humilhado ou enganado. Não!

auto-gratidao-4

Quem se ama – e isso não é egoísmo – quer sempre o melhor para si mesmo: quer estar com pessoas que o respeitem em sua essência, pessoas que lhe deem carinho e incentivo, admirem sua capacidade, sejam verdadeiras. E como gosta de si mesmo e está satisfeito consigo, sendo GRATO por tudo o que é, pode desejar ao seu próximo que este seja também feliz, pleno, satisfeito consigo próprio, realizado, se amando e podendo amar a outros também!

Veja que maravilhosa corrente a auto gratidão cria! Amar o próximo como ama a si mesmo. Gostar de si mesmo sem depender da opinião do outro. Gostar de si mesmo além da opinião do outro. Saber que o que o outro fala é só uma opinião, mas o que vale é o que cada um sente por si mesmo, e como valorizamos diariamente nossas capacidades.

banner_a gratidao transforma

E então, vamos começar hoje a praticar a auto gratidão? Para meus alunos do curso e para quem me acompanhou na jornada da gratidão, pedi que fizessem um “Caderno da Gratidão”, aonde deve-se anotar diariamente 10 itens pelos quais se é grato naquele dia. Vou pedir para que você faça o mesmo, comece hoje seu caderno da gratidão, e dentro destes 10 itens diários, 2 terão que ser, obrigatoriamente, de auto gratidão. Isso vai te ensinar a prestar atenção nos seus atributos e qualidades.

Valorize-se. Ame-se. Agradeça seu potencial e tudo o que você é! E novos horizontes inexplorados abrirão bem na sua frente.

E agora confira tudo isso no vídeo de hoje.

E para continuar recebendo artigos e vídeos de qualidade cadastre-se em nosso site aqui.

botão laranja call to action blog

QUER SALTAR PARA O PRÓXIMO NÍVEL DE SUA VIDA?

Eu vou te mostrar que SUCESSO não é uma questão de sorte ou azar. A grande sacada do sucesso profissional e pessoal é que ele pode ser construído com o auxílio de uma metodologia específica, que atua sobre as crenças limitantes e os sabotadores, eliminando-os de vez. E isso vai te fazer saltar para novos patamares de resultados, atraindo prosperidade e realização para sua vida.

SAIBA MAIS

© 2016 Marcia Luz. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Termos de Uso. Desenvolvido por Blueberry Marketing.

Top