Você sabia que a sua autoconfiança depende do amor que sente por si mesmo?

Hoje eu começo esse texto pedindo de antemão um voto de confiança seu. Chegamos a quarta dica dessa Semana de Reprogramação Mental, que fiz especialmente para ajudar você a colocar a sua vida no fluxo do universo. Na postagem de ontem, falei a respeito da importância de aquietarmos a nossa mente e pensamentos, para que as atitudes tomadas não estejam baseadas apenas no impulso das emoções.

Se você deseja saber mais a respeito, e ainda assistir o vídeo que fiz para complementar o tema, é só clicar no link abaixo:

Aquiete a sua mente: reprograme os pensamentos e entre estado de flow

Agora, vamos bater um papo sobre o tema de hoje.

 autoconfiança

A autoconfiança pode ser libertadora

Muitos dos meus alunos e alunas, e pessoas que me procuram para desabafar, possuem um problema muito sério ligado a autoestima. Geralmente, esses conflitos estão relacionados com situações que ocorreram na infância, ou na adolescência. Pessoas que não confiam em si mesmas nunca se acham boas o bastante. Estão inseguras em seus relacionamentos, no âmbito profissional, e não se sentem capacitadas para assumir determinados papeis.

A insegurança está diretamente relacionada como a percepção que temos da imagem que achamos projetar nos outros. Se por algum motivo você foi ferido emocionalmente pelo seu jeito de agir, vestir ou até mesmo pelos seus princípios, pode se ver de uma forma deturpada.

Não crer na sua capacidade é a mesma coisa que abrir uma porta para que os outros administrem a sua vida. Pessoas inseguras tendem a perguntar a opinião de um batalhão de gente antes de tomar uma decisão.

“Você acha que eu devo comprar essa blusa?”, “Será que esse corte combina com meu rosto?”, “Eu devo mudar de trabalho?”, “Você acha que eu sou bonita? Seja sincero!” Pergunte a si mesmo quantas vezes já fez essas colocações aos seus familiares, amigos ou até pessoas que com quem nem ao menos possui um laço afetivo.

É claro que é bom ter uma segunda opinião, só que não ao ponto de passar do limite ao querer que os outros façam escolhas que são responsabilidades suas. Temos só uma chance de viver e colocar essa oportunidade maravilhosa nas mãos de terceiros não é a escolha mais sábia.

autoconfiança

Pessoas inseguras também acreditam verdadeiramente que precisam seguir um determinado padrão, seja de beleza ou de comportamento. Elas se comparam constantemente, e possuem medo de serem julgadas por se sentirem inferiores.

Você sabia que a falta de confiança cresce em camadas? Ela possui vários níveis.  O pior deles é quando essa falta de amor próprio gera amargura, rancor, ódio e inveja. É como se as outras pessoas tivessem uma vida maravilhosa, enquanto a sua é cheia de problemas e defeitos. Você se coloca o tempo todo para baixo, vive achando defeito onde não tem.

Imagino o quanto isso deva ser cansativo. Olha a energia e o esforço que é preciso para manter essa visão de si mesmo.

Você também está exausto disso? Dessa cobrança diária? Quer experimentar a liberdade e assumir a personalidade que está embaixo de toda a autocrítica e medo?

Então, chegou o momento de dar uma reviravolta e mudar esse sentimento que aflige a sua alma constantemente. Eu quero te ajudar e a dica do dia é um exercício que deve ser colocado em prática logo após você terminar a leitura desse texto.

 

Exercício do Espelho – fortaleça sua autoconfiança

autoconfiança

Essa dica vai exigir muita coragem da sua parte. Como eu disse lá no início, vou precisar do seu voto de confiança de que esse exercício vai te libertar do vício da aprovação.

Vamos precisar apenas de um espelho. Isso mesmo! Pode ser um pequenininho, um grande, pode ser o do banheiro, pode ser o deu trabalho, do carro, não importa.  Agora, eu quero você se posicione na frente dele e olhe no fundo dos seus olhos.

Já posso te adiantar que não é uma tarefa muito simples. A maioria das pessoas não gosta de manter contato visual por muito tempo com outras pessoas, o que dirá consigo mesmo. O olho é o espelho da alma, e quando vemos o nosso reflexo, de certa forma, estamos vendo além da nossa aparência. Quando não gostamos de quem somos, temos uma tendência a não nos olharmos com cuidados. Afinal, a gente só cuida do que gosta, não é mesmo?

Se faz tempo que você não se olha, ou que não separa um tempo para si mesmo, talvez seja ainda mais difícil cumprir essa atividade. Só que eu preciso que você dê esse passo de coragem.

Costumeiramente nós nos olhamos no espelho para arrumar o cabelo, a roupa, coisas ligadas a aparência. Mas de fato nunca damos uma pausa para observarmos além dos adornos e enfeites que carregamos. E é por isso que essa dica é tão importante.

No instante que você ver os seus olhos no reflexo do espelho, vai repetir pausadamente e em voz alta: “EU me amo e EU me aceito e do jeito que EU sou!”, três vezes. Talvez, a sua mente comece a disparar pensamentos negativos, do tipo: “Ama nada!”, “Quem é que pode amar alguém como você?”, “Olha para si mesmo, ninguém te ama!”, “Ama nada, olha essas rugas e esse peso sobrando!”.

“Eu me amo e  eu me aceito como eu sou!”

autoconfiança

Quando essas frases passarem pela sua cabeça quero que você use o exercício da terceira dica dessa semana. Você vai dizer para a sua consciência: “Mente, obrigada por compartilhar”. E em seguida vai repetir novamente: “EU me amo e EU me aceito do jeito que EU sou!”.

Você está aprendendo a se aceitar e a valorizar as suas qualidades. Isso não quer dizer que você precisa se contentar com tudo que possui, que não é mais preciso progredir. Eu sempre digo que todos os dias temos que dar o melhor de nós, e amar e aceitar quem somos também faz parte disso.

Ame-se como você é hoje, porque é esse “eu” que vai te permitir aperfeiçoar e crescer emocionalmente, tendo mais confiança e fé no seu potencial. Faça o exercício, se olhe! Acredite, a sua alma está precisando ouvir essas palavras de afirmação.

autoconfiança

“Marcia, quantas vezes ao dia eu devo fazer isso?”. Quantas vezes você achar necessário. Isso, dependerá exclusivamente de como anda a sua autoestima e o seu amor próprio. Se sentir que sua autoconfiança está muito abalada então repita 10, 20 ou 30 vezes.

Faça por alguns dias e depois me conte como anda esse amor próprio. Aprenda a se valorizar e entre nesse fluxo com você mesmo e com a energia do universo. Fortaleça sua autoconfiança e conquiste um mundo de oportunidades!

Assista aqui o quinto vídeo da Semana de Reprogramação Mental 

Um beijo, e até o nosso próximo encontro.

Curtiu o conteúdo de hoje? Então deixe um comentário para a gente saber a sua opinião e compartilhe com seus amigos. Se desejar receber mais artigos como este, clique no botão abaixo.

 

Quer participar da minha lista VIP no WhatsApp e receber conteúdos exclusivos?

Envie seu NOME e SOBRENOME para o meu WhatsApp: 48 99944-8609

13/04/2017
autoconfiança

Autoconfiança: aprenda a fortalecer a sua!

Você sabia que a sua autoconfiança depende do amor que sente por si mesmo? Hoje eu começo esse texto pedindo de antemão um voto de confiança seu. Chegamos a quarta dica dessa Semana de Reprogramação Mental, que fiz especialmente para ajudar você a colocar a sua vida no fluxo do […]
26/01/2017

Como controlar a raiva: Primeira Lição do Mestre Yoda

Como controlar a raiva? Sempre fui fã de Star Wars e principalmente do mestre Yoda. Então resolvi criar uma série de artigos em meu site e um bloco de vídeos no YouTube das Lições do Mestre Yoda, aproveitando os ensinamentos sábios do nosso personagem e correlacionando com a nossa vida. […]
22/12/2016

Natal todo dia: minha mensagem para você

Estamos chegando na época do ano que mais me emociona: o Natal. Para mim, poderia ser natal todo dia! Na minha infância, este era o dia em que eu podia estar com minha família, comer coisas gostosas, ganhar um brinquedo, mesmo que simples. Mas já naquela época era muito mais […]
29/10/2016

Empatia: O que Realmente é Se Colocar no Lugar do Outro

Gosto sempre de trazer dicas de filmes que trazem aprendizado. E hoje quero falar do filme “Se Eu Fosse Você”, com Glória Pires e Tony Ramos. Cinema é uma de minhas paixões, tanto que tenho dois livros, em parceria com meu amigo Douglas Peternella, falando exatamente sobre as lições que […]
28/10/2016

O medo de fracassar paralisa sua vida

Você já reparou como o medo do fracasso é capaz de paralisar a sua vida? Observe quantas coisas você deixou de fazer por medo que elas não dessem certo ou não funcionassem da maneira como você gostaria. Hoje quero ensinar uma forma de superar o medo do fracasso. O que […]
22/10/2016

Educação vem de berço: verdade ou mentira?

Você já deve ter ouvido esta frase: “a educação vem de berço”. Ela faz sentido para você? Gostaria de propor uma reflexão hoje sobre este tema. Quanto você acha que a educação tem influência no meio em que convivemos? Será que expressar-se educadamente, usando “por favor, “com licença”, “obrigado”, altera […]
18/10/2016

A raiva e o exercício da folha amassada

No nosso dia a dia nos deparamos com muitos momentos que os tiram fora do sério, e nos deixam com raiva, não é mesmo? Em casa, com filhos ou cônjuge, com nossos pais, com colegas de trabalho ou amigos; no trânsito, no mercado, ou aquele atendente de telemarketing… por isto […]
05/10/2016

Dizer não: uma dica para aprender de uma vez por todas.

Você sabe dizer não sem se sentir culpado? Pois este artigo surgiu a partir da sugestão de uma aluna querida de vários cursos meus, Gisele Cervantes. Ela me fez essa provocação: “Marcia, por que é tão complicado para a gente dizer não? Por que muitas pessoas dizem sim, quando na verdade […]
04/10/2016

Homens, a Gratidão engrandece!

Olá, homens, sejam todos bem-vindos! Estou reforçando a leitura deste texto principalmente a vocês, pois os convoquei para assistir um vídeo que fiz no meu canal, e que você pode assistir no final deste artigo. As mulheres também são bem-vindas, mas peço que compartilhem tanto o texto quanto o vídeo […]
02/10/2016

Acredite nos sonhos de seu filho, mesmo que mude diariamente.

E se eu te disser hoje: “acredite no sonho de seu filho, ainda que ele mude todos os dias.” Você vai achar que eu estou ficando louca? Como assim, Márcia? Se fiar no que diz uma criança? Vou te mostrar que sei muito bem do que estou falando. Me acompanhe. […]