sintomas do estresse

Sintomas do estresse emocional: você sabe identificá-los?  Hoje em dia a gente usa essa palavrinha para diagnosticar a maioria dos problemas. Seja quando reclamamos, acordamos de mau humor, discutimos, reclamamos mais, culpamos os outros pelos nossos problemas, e mais uma série de atitudes tomadas por conta da predominância desse estado emocional.

Por isso, através desse texto você vai identificar quais sãos os principais sintomas do estresse e como é possível tratá-los sem recorrer a nenhum tipo de medicamento. 

Quando estamos estressados, geralmente, agimos por impulso, e quase sempre tomamos atitudes erradas. Perdemos o controle dos nossos sentimentos, o que gera ainda mais raiva, ansiedade e angustia por qualquer coisa que fique em nosso caminho.

Não sei se você sabe, mas cientificamente o estresse está ligado ao aumento do cortisol em nosso sangue. O cortisol é um hormônio que: nos ajuda a reduzir inflamações, a controlar o funcionamento do sistema imune, a controlar o estresse, a manter os níveis de açúcar e a pressão arterial constantes.

O fato é que o estresse tem origem em nossas emoções mal administradas. Pode ser motivada pela pressão no trabalho, em casa, filhos, algo que está tirando a sua paz interior, mexendo e abalando o seu equilíbrio espiritual.

Conheça alguns sintomas do estresse emocional 

  • Queda de cabelo;
  • Impaciência, medo, irritação, tontura;
  • Dor de cabeça frequente;
  • Facilidade em ficar doente;
  • Problemas estomacais e cardíacos;
  • Queda de cabelo;
  • Cometer erros mais do que o normal;
  • Alergias;
  • Problemas de concentração, foco.

sintomas do estresse

Eu vivo dizendo que as nossas crenças geram nossos hábitos. Quanto mais limitante é o seu modo de pensar, mais negativamente você vai agir. O stress afeta a nossa qualidade vida e é um sinal de desequilíbrio manifestado pelo corpo. É um aviso de que estamos fazendo algo que nos desagrada e de que estamos com dificuldade em lidar com os obstáculos que surgem.

E isso não é tão complicado de diagnosticar. Sabe quando você está sofrendo por uma situação mal resolvida? Você sabe como deve agir, só que tem medo de tomar qualquer posição. Você começa a ficar tão irritado, nervoso com esse problema que acaba descontando nas pessoas e nas coisas que estão ao seu redor.

Se você já passou ou passa por algum momento assim, sabe muito bem o quanto seu bem estar é afetado e influenciado por uma carga de energia pesada, que tira o seu sossego e paz interior.

O que é estresse emocional ? 

Quando falamos em estresse lembramos logo de assuntos que precisam ser resolvidos urgentemente. É agenda cheia, compromissos marcados, contas a pagar, problemas no relacionamento… uma infinidade de elementos. A questão é que o estresse emocional é uma reação que se inicia dentro de nós por não conseguirmos solucionar as questões externas da forma que gostaríamos.

Quando uma pessoa passa por esse desequilíbrio emocional entra em um ciclo de problemas, que geralmente são impulsionados pelos sintomas acima. E isso é fácil notar, já que quando estamos emocionalmente saudáveis conseguimos nos recuperar rapidamente após momentos de tensão. Mas, quando estamos estressado, não conseguimos voltar ao normal e entramos em um ciclo de problemas ainda maiores.

Como tratar o estresse emocional?

A primeira forma de tratamento para o stress é identificar todos os fatores externos que influenciam o desequilíbrio interno. É preciso aprender a controlar essas adversidades para que elas não controlem você.

Quando eu me sinto estressada sei que é porque a minha carga diária está maior do que eu posso aguentar. Eu preciso me distrair, e ter uma válvula de escape. Para isso, você pode ser adepto a atividades físicas realizadas de forma regular, como corrida luta ou dança.  Essas atividades te ajudarão a distrair a sua mente, liberando endorfina e promovendo o bem-estar no seu corpo. Ou quem sabe, você possa estar aprendendo algum instrumento musical, lendo livros por pura diversão, assistindo filmes e séries, o importante é ter algum hobby sadio.

O método Augusto Cury diz que o primeiro passo para a redução do estresse é reconhecer o sentimento. “Como é que o seu corpo se sente quando você está estressado? São os seus músculos ou estômago apertado? São as suas mãos apertadas? É a sua respiração? Ciente de sua resposta física ao estresse vai ajudar a regular a tensão quando ela ocorrer.”

 A Gratidão Transforma e elemina os sintomas do estresse 

As emoções positivas e a gratidão se conectam, aumentando assim a produção de endorfina pelo corpo que é um analgésico natural, aquela substância que nos dá o prazer. O ato de agradecer é lembrar de momentos e situações boas que aconteceram ou estão acontecendo na sua vida. Ou seja, automaticamente, você passa a priorizar o pensamento mais nas boas lembranças do que nos problemas.

A gratidão é poderosa! Agradecendo pelas bênçãos ou pelos aprendizados que temos com dificuldades que nos aparecem, equilibramos nosso corpo e nossas emoções. Quando estamos em equilíbrio tudo ao nosso redor tende a ocorrer de forma equilibrada também, e mais coisas boas irão acontecer, te dando mais motivos para agradecer. Desta forma você pode criar um “círculo virtuoso”  de maneira consciente e inteligente.

 

Marcia Luz
Marcia Luz
Psicóloga, pos-graduada em Administração de Recursos Humanos, especializada em Gestal-terapia e mestre em Engenharia de Produção. Professora de Pós-graduação e palestrante. Autora dos livros: Lições Que a Vida ensina e a Arte encena, Outras Lições Que a Vida Ensina e a Arte encena , Construindo um Futuro de Sucesso e O Best Seller Agora é Pra Valer. Coach Executiva e Pessoal formada pelo ICI ( Integrated Coaching Institute), com curso certificado pelo ICF ( International Coaching afederation). Sócia-Presidente da Plenitude Soluções Empresariais Ltda. Idealizadora do CONADE - Congresso Nacinal de Autodesenvolvimento - Totalmente online, que reune os Gigantes do desenvolvimento humano no Brasil; Atingindo mais de 22.000 participantes em sua primeira versão (2014).

Deixe seu comentário

Obrigada pelo seu comentário.