Cadastre seu e-mail para receber dicas fantásticas sobre SUCESSO e PROSPERIDADE

Falar em público: habilidade nata ou adquirida?

Falar em público pode ser um grande desafio para muita gente. E nesse caso, há sempre uma pergunta que as pessoas me fazem: afinal, discursar bem na frente dos outros é uma habilidade nata ou adquirida?

Vem comigo que eu vou te explicar sobre isso.

 

Essa é uma velha discussão até mesmo no campo da psicologia.  Será que se sair bem falando em público é um dom ou é uma habilidade que pode ser desenvolvida e treinada ao passar dos anos?

Você pode dizer que sente as mãos suarem, que tem dor de cabeça, que começa a gaguejar e que passa literalmente mal quando precisa subir em um palco. Ás vezes, nem precisa ser em nenhum degrau, só de ver um monte de olhinhos voltados em sua direção já é motivo suficiente querer sair correndo.

Primeiro não fique chateado se esse for o seu caso. Alguns de nós se comunicam muito bem desde o berço, e dependendo da educação que tiveram em casa e dos estímulos, isso vai apenas melhorando. Outros precisam apenas trabalhar mais essa área. O importante aqui é você ter em mente que pode MELHORAR e muito a sua capacidade de falar em público, basta querer.

Falar em público é um dom ou eu posso desenvolver essa capacidade?

Quando a gente enxerga um grupo de crianças é interessante observar o comportamento de cada uma delas. Algumas, pela timidez, preferem apenas ouvir e fazer o que os coleguinhas pedem. Outras assumem a frente da turma e lideram sem ao menos perceber. E há aquelas que gostam de brincar mais isoladamente, evitando conversas.

Notem como cada um tem um jeito de agir. O que acontece é que quando crescemos essas mesmas atitudes nos acompanham e se tornam um hábito. Lembra dos trabalhos de escola? Quando você tinha que apresentar e ficava segurando um papel cheio de anotações. Parecia que ia ter um treco de tanto tremer. Ou quando se escondia na sombra de um colega que sabia se expressar melhor do que você.

Pois então, de tanto fazer isso seu cérebro te condiciona a evitar situações as quais você se torne o centro das atenções. Por que isso corre? Pelo medo que todas as pessoas no mundo sentem: de serem julgadas.

Parece algo bobo, mas quantas vezes você já deixou de fazer algo para evitar os comentários das pessoas? Quantas vezes você pensou que não tinha o dom para determinada tarefa e deixou que outros assumissem um papel de destaque que poderia ser seu?

A primeira regra aqui deve ficar clara: pare de se sabotar. Nossos pensamentos possuem um grande poder de influência sobre as nossas atitudes. Quanto mais você pensar que não leva jeito, que falarão coisas a seu respeito, mais você evitará atitudes que possam te expor.

Pare de se esconder atrás dos colegas de profissão que tenham uma boa postura e desenvoltura. Seja a pessoa que todos querem se esconder atrás. Inverta os papeis e se torne o protagonista. Deixe o papel de coadjuvante para outros que assim o querem.

Preste atenção: quando você se torna o destaque e a referência, mais portas de sucesso se abrirão na sua vida. Mas, para que isso aconteça é preciso força de vontade e muita dedicação. Pense diferente e logo suas atitudes também serão.

 

Mas, por que  saber falar em público é importante?

Já se foi o tempo que ter um diploma e especializações era um grande diferencial. Nos dias de hoje, as pessoas que tem tudo isso e ainda sabem se expressar muito bem já saem ganhando.

Na maioria das funções, mesmo as que sejam mais técnicas, é necessário compartilhar conhecimentos. E para isso acontecer, é preciso falar com clareza e competência aquilo que se deseja. A concorrência está cada vez maior no mercado de trabalho, então saber se relacionar e falar em público são parâmetros que possam sim te elevar a um cargo melhor, independente da função.

Seja determinado e conquiste resultados

Paulo Araújo

Eu tenho um amigo palestrante, reconhecido no Brasil inteiro, chamado Paulo Araújo. Não sei se você sabe, mas ele sofria com certa gagueira. A aparência também não ajudava muito, porque tinha vindo do interior e não possuía a lapidação necessária para ser orador. Paulo nem sabia o que dizer em uma palestra. Quando se mudou para Curitiba, tinha o dinheiro contadinho para o ônibus, não tinha nem onde dormir. Ele se virou do jeito que dava e aos poucos, foi construindo uma carreira de sucesso. Se tornou consultor, palestrante e faz um excelente trabalho porque a determinação fez toda a diferença.

Armando Nembri

Armando Nembri, também meu amigo, é um grande exemplo de como o foco e a determinação podem mudar quem somos e nos ajudar a chegar onde queremos. Armando nasceu com uma síndrome e por isso é surdo. Por não possuir o aparelho auditivo, os médicos disseram a ele que não poderiam ajudar. No entanto, ele deu um jeito de aprender a falar, e para isso contou com os estímulos da mãe que disse: “não adianta você aprender a falar apenas a língua de sinais, você precisa aprender a falar também do jeito que a maioria das pessoas falam. Assim você terá acesso a elas”. Hoje, Nembri fala em três línguas, se tornou palestrante, possui livros publicados, está terminando o doutorado e ainda toca piano.

Marcos Rossi

Marcos Rossi é um dos grandes exemplos de determinação que eu sempre gosto de citar. Ele não possui os dois braços Enem as duas pernas. A coluna vertebral é apoiada e uma coluna de titânio e apesar de ter enfrentado tantas dificuldades ao longo da vida, hoje ele é casado, palestrante, possui dois filhos, trabalha em um banco, possui livros publicados é DJ e ainda toca em uma escola de samba.

Eu também posso ser um coach palestrante?

O que a gente aprende com esses grandes exemplos de vida? É saber o quanto você quer de verdade superar os seus obstáculos e conquistar o que tanto deseja. Porque se você realmente deseja fazer algo para ajudar pessoas, transformar o mundo e construir um legado, vai descobrir esse caminho. No entanto, talvez o que esteja te impedindo de seguir adiante seja o medo.

Você pode ter uma carreira de sucesso como um orador, sabendo a forma correta de se expressar, que tonalidade de voz utilizar e o jeito que deve agir para conquistar as pessoas. Basta QUERER!

Então, o que eu vou trabalhar com você no próximo post, nessa sequência especial sobre o Coach Palestrante, é como aprender a superar esse medo de enfrentar o público.

Conseguiu se identificar com o tema? Quer muda sua vida a partir de hoje? Clique no vídeo abaixo e saiba como:

 

Gostou do conteúdo de hoje? Então deixe um comentário para a gente saber a sua opinião e compartilhe com seus amigos. Se desejar receber mais artigos como este, clique no botão abaixo:

Quer participar da minha lista VIP  no WhatsApp e receber conteúdos exclusivos do Coach Palestrante?

Envie seu NOME e SOBRENOME para o meu WhatsApp: 48 99821-6669

QUER SALTAR PARA O PRÓXIMO NÍVEL DE SUA VIDA?

Eu vou te mostrar que SUCESSO não é uma questão de sorte ou azar. A grande sacada do sucesso profissional e pessoal é que ele pode ser construído com o auxílio de uma metodologia específica, que atua sobre as crenças limitantes e os sabotadores, eliminando-os de vez. E isso vai te fazer saltar para novos patamares de resultados, atraindo prosperidade e realização para sua vida.

SAIBA MAIS

© 2016 Marcia Luz. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Termos de Uso. Desenvolvido por Blueberry Marketing.

Top