Cadastre seu e-mail para receber dicas fantásticas sobre SUCESSO e PROSPERIDADE

Monetize seu propósito de vida.

Qual a importância do seu propósito de vida? Qual o legado que você quer deixar para suas próximas gerações? O propósito é aquilo que dá sentido à sua existência, por isso é fundamental encontrarmos o nosso propósito. Agora se além de encontrar o seu propósito, você conseguir também monetizá-lo, ou seja, se conseguir tirar do seu propósito o dinheiro para o seu sustento e da sua família, então você terá o melhor dos mundos.

Imagine, por exemplo, uma pessoa que tem clareza de que o propósito dela é curar outras pessoas e a sua profissão é medicina. Isso significa que ela trabalha curando pessoas, ou seja, ela fez do propósito de vida o seu sustento e da família, o que indica que uniu os dois mundos e conseguiu ser muito feliz.

Todos os propósitos podem ser monetizados?

banner_a gratidao transforma

Não vamos radicalizar e dizer que absolutamente todos, mas podemos garantir que em quase 100% dos casos isso é possível.

E se o seu propósito for um trabalho filantrópico? Como é que você monetiza? Simples. Conseguindo pessoas que invistam capital nesse projeto.

E se o seu propósito é embelezar o mundo fazendo quadros? Neste caso você também pode ser muito bem pago por isso se construir o seu caminho direitinho.

São essas dicas que eu vou te apresentar hoje. Você vai ver de que maneira pode monetizar o teu propósito de vida.

propósito de vida 2

Faça-se as seguintes perguntas:

  1. O seu propósito atende a necessidade de alguém?

Vou explicar: alguém que tem como propósito atuar na medicina, precisa encontrar pessoas que estão doentes e que necessitem de cura, ou no mínimo que queiram um trabalho preventivo para manter a saúde.

Se você tem como propósito embelezar o mundo através dos teus quadros, precisa encontrar pessoas que tenham a necessidade de colocar um quadro na parede, no ambiente pessoal ou profissional, porque dessa forma terá pessoas que querem pagar pelo que você faz como propósito.

  1. Você tem diferenciais para oferecer?

Estou me referindo a diferenciais na maneira em que você coloca em prática o seu propósito, ofertando o seu produto ou o seu serviço.

Se você é medica e oferece tratamento para problemas de saúde, mas tem uma técnica dentro da medicina que é totalmente diferente da que os outros médicos utilizam, como por exemplo, curando mais rápido, tendo mais efetividade, trabalhando de maneira preventiva, sem deixar que o paciente fique doente, enfim, seja lá qual for a estratégia, se você oferece algo diferenciado que só o seu produto ou serviço oferece, algo que as outras pessoas não fazem e que o teu cliente quer, você começa a nadar no que chamamos de um oceano azul.

Esse termo foi tirado do livro “A estratégia do oceano azul” que eu te aconselho a ler para entender um pouco mais sobre as estratégias empresariais. Basicamente os autores dizem o seguinte: temos o oceano vermelho, que é onde está a grande maioria das pessoas. Por exemplo, se você é cantor, sabe que tem um monte de cantores em todos os lugares; enquanto você for mais um cantor, está nadando no oceano vermelho onde tem muitos tubarões, Então para você conseguir que o seu cliente queira a sua música no lugar de outros milhares de cantores, você provavelmente terá que usar a estratégia de menor preço e daqui a pouco você e seus concorrentes estarão disputando a preferência do cliente por um valor irrisório, o que significa que estará todo mundo perdendo e puxando os preços pra baixo uma vez que tem muita gente concorrendo, muitos tubarões. Enquanto isso na estratégia do oceano azul você consegue oferecer um diferencial, então o cliente que quiser aquele diferencial vai ter que pagar pelo seu produto ou serviço, porque ele não vai encontrar no mercado alguém que ofereça a mesma coisa mais barato, ou seja, se ele enxergar valor agregado no que você está oferecendo, vai pagar caro pelo seu serviço e você não terá concorrência, o oceano está azul, limpo, tranquilo e você pode nadar de braçadas.

  1. Você é capaz de aumentar a quantidade de clientes que possui? É capaz de descobrir uma forma para que mais gente conheça o seu trabalho?

Deixe-me pegar o meu exemplo pessoal para explicar isso.

Dou palestras e treinamentos há mais de 20 anos e muitas empresas já conheciam o meu trabalho quando entrei no mundo digital, pois eu atendo grandes empresas como Petrobrás, Banco do Brasil, empresas tanto do ramo público quanto privado; há muitos anos venho treinando gerentes, diretores, equipes de cada uma dessas empresas onde sou bastante conhecida. Porém, no mundo online, quando comecei, pouca gente me conhecia, porque provavelmente aquela pessoa que está do outro lado da tela como você agora não era empregado daquelas empresas que me contratavam, por isso nunca tinham ouvido falar de Marcia Luz. No primeiro webinário que fiz e perguntei quem ali já me conhecia, estava acostumada a fazer esta pergunta nos grandes congressos que eu fazia pelo Brasil inteiro e a maioria das pessoas levantavam a mão, e quando fiz a mesma pergunta no webinário, na palestra online, apenas 10% das pessoas falaram que já me conheciam. Meu primeiro sentimento foi de frustração, pois achava que era conhecida em todo o Brasil e descobri que isso só era verdade no mundo off-line. O segundo sentimento foi: “Nossa, que legal! Tem uma audiência enorme por aí que não me conhece ainda”. Então comecei a fazer vídeos, periscopes, material no facebook, ou seja, divulgar o meu trabalho, porque quanto mais gente me conhecer, mais vão se interessar pelo meus produtos e serviços.

Você precisa se fazer essa pergunta: “Você é capar de aumentar a quantidade de pessoas que conhecem o seu produto ou serviço e que querem adquiri-lo? Lembrando que o seu produto ou serviço está ligado ao seu propósito de vida, o que atender mais gente vai te fazer muito mais feliz além de aumentar a tua rentabilidade.

propósito de vida 3

  1. Você valoriza o seu trabalho? Você deve não só valorizar o seu trabalho, mas também mudar isso na cabeça das pessoas, porque dependendo do produto ou serviço que oferece, algumas pessoas podem associar o seu trabalho a ajuda e ajuda muitas vezes vem de graça. Esse fenômeno é muito comum e essa dica vale bastante para os coaches, terapeutas, para aqueles profissionais que prestam serviço de autodesenvolvimento. Existe uma correlação na cabeça das pessoas que auxílio para questões emocionais é de graça, é voluntária. Eu mesma sinto isso na pele, pois gero muitos conteúdos para vocês, agora mesmo decidi gerar no meu canal do YouTube, no site e em meu Facebook, 365 vídeos, um por dia, sem cobrar absolutamente nada e as pessoas se acostumam. “A Marcia Luz é aquela alma generosa, o sobrenome já diz tudo, está trazendo luz para a vida da gente”. Acontece que eu vivo do meu propósito de vida. Ajudar pessoas é o meu propósito, é minha missão e eu quero ser muito bem remunerada por isso afinal eu me dedico para ser uma profissional cada vez melhor para você. Porém acontece uma coisa muito curiosa quando abro inscrições para os meus cursos; é inevitável, a cada novo lançamento de curso recebo quatro ou cinco recadinhos de pessoas magoadas, ofendidas porque estou cobrando pelo meu treinamento.

Veja bem, até Madre Teresa de Calcutá cobrava pelo seu trabalho em forma de donativos para distribuir no seu projeto missionário e ajudar as pessoas que ela atendia. E eu não sou Madre Teresa de Calcutá, tenho uma empresa de treinamento e vivo disso. Assim como eu enfrento esse problema é possível que você que está lendo este artigo também tenha essa dificuldade; as pessoas acostumaram a ter sua ajuda de graça. Você vai continuar ajudando gratuitamente também, no entanto quem quer um trabalho mais aprofundado, vai pagar e pagar bem pelo seu produto ou serviço.

Pode-se cobrar ao exercer seu propósito de vida? Pode e deve porque você precisa desse dinheiro para viver e para continuar ajudando outras pessoas através do seu propósito.

  1. Como descubro investidores para o meu projeto?

A grande questão é: e se o seu trabalho realmente não pode ser monetizado pelo cliente, mas é um projeto que vai transformar o mundo a sua volta? Todo projeto bem estruturado, descrito da maneira correta e bem vendido, encontra o investimento necessário. Hoje existem mais investidores no mundo do que projetos bons que podem captar esses investimentos.

Você só tem que descobrir um investidor anjo que esteja disposto a entrar com capital no seu projeto viabilizando-o. Mas como você descobre onde estão essas pessoas? Vá até o Google. Escreva: “investidores anjos”, “como localizá-los”, “como construir um projeto que chame a atenção de investidor anjo”, e com poucas palavras vai descobrir todas as informações que precisa sobre isso e então vai construir o seu projeto muito bem estruturado e procurar um investidor anjo que entre com o capital para que você transforme seu plano em realidade.

Não existem desculpas para deixar de colocar o seu propósito de vida em ação. Ele pode ser monetizado e assim viabilizará o seu sustento e de sua família, além de trazer benefícios para todos aqueles que vão usufruir do seu produto ou serviço.

banner_a gratidao transforma

Aproveite a dica de hoje e coloque em prática já.

Confira agora o vídeo com todas essas dicas:

E se você quer receber outros conteúdos de qualidade cadastre-se em nosso site clicando no botão abaixo.

botao-blog

 

QUER SALTAR PARA O PRÓXIMO NÍVEL DE SUA VIDA?

Eu vou te mostrar que SUCESSO não é uma questão de sorte ou azar. A grande sacada do sucesso profissional e pessoal é que ele pode ser construído com o auxílio de uma metodologia específica, que atua sobre as crenças limitantes e os sabotadores, eliminando-os de vez. E isso vai te fazer saltar para novos patamares de resultados, atraindo prosperidade e realização para sua vida.

SAIBA MAIS

© 2016 Marcia Luz. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Termos de Uso. Desenvolvido por Blueberry Marketing.

Top