Cadastre seu e-mail para receber dicas fantásticas sobre SUCESSO e PROSPERIDADE

Dá para ser feliz no trabalho? Saiba o que fazer

Dá para ser feliz no trabalho? Conforme prometido no último post, vim aqui contar para vocês um segredinho especial:  quando a gente faz o que ama, todo dia vira fim de semana. Eu sou verdadeiramente apaixonada pelo meu trabalho, e não importa o dia que precise exercer a minha função.  Continue lendo e saiba como conseguir essa mesma felicidade fazendo o que gosta.

Você conhece ou já ouviu falar da síndrome do domingo à noite? Sabe, aquela que surge quando toca a musiquinha do fantástico. Tem gente que mal escuta a vinheta e já se arrepia todo. Alguns querem se grudar no teto e outros ficam deprimidos dizendo: “ai meu Deus, amanhã é segunda-feira e vai começar tuuudo de novo”.

Que coisa ruim, né gente?

Pasmem vocês, mas o dia que ocorre mais suicídios no Brasil é domingo à noite. Sabe por quê? Porque tem gente que prefere morrer a trabalhar na segunda-feira. Deu risada, é? Saiba que isso é verdade e é um problema que ocorre em todo o mundo.

A importância de ser feliz no trabalho

Eu nunca tive problemas em acordar cedo e trabalhar na segunda-feira. E quero te ajudar não tê-lo também. Porque, francamente, é muito triste ser feliz de sexta em diante. Sem contar que essa felicidade dura pouco, já que depois do cochilo na tarde de domingo, a tristeza recomeça e você entra em um eterno ciclo cheio de altos e baixos.

Precisamos aumentar nosso nível de felicidade para sete dias por semana. Imagina, não ter dia ou hora para vibrar de alegria. Isso não seria o melhor dos mundos?

Quando nós fazemos o que amamos e colocamos nossa energia naquilo que acreditamos, queremos fazer isso o TEMPO TODO. E aí, o dia da semana vai ser o que menos importa, já que você estará colocando o seu coração no trabalho, fazendo tudo com mais amor e dedicação.

O ser humano precisa sentir que faz parte de algo, precisa ver que tem um propósito de vida. No entanto, nem todos conseguem encontrar ou seguir por esse caminho. Os dias vão passando, e você sente que não está vivendo, mas SOBREVIVENDO. E há uma grande diferença nisso. Primeiro, porque sobreviver quer dizer apenas que seu coração está pulsando. Você tem uma rotina, paga as contas e é isso aí. Agora, VIVER quer dizer aproveitar, curtir e ser feliz pelas conquistas que possui sem ter que esperar o final de semana para isso acontecer.

Pensa um bocadinho: imagina algo que você simplesmente AMA fazer. Seja dar aula, cozinhar, escrever. Observe a energia, e a forma como você se entrega para essas tarefas. Há prazer e realização? Há uma felicidade genuína por desenvolver esse papel? Agora, pense em sentir a mesma sensação pelo trabalho. Com certeza, o resultado seria um serviço feito melhor do que a concorrência e dessa forma, até mesmo a remuneração que há por ele seria muito maior.

Você pode dizer: “Poxa Marcia, mas aquilo que eu amo não é um trabalho pelo qual se ganhe muito dinheiro. Não adianta. Por mais que eu faça por prazer, eu tenho um salário fixo e vou ganhar a mesma coisa sempre. Não posso mudar isso”.

Olha, eu preciso te dizer que dá pra ganhar um dinheiro bacana com qualquer ofício ou trabalho. Só que para isso acontecer, é necessário descobrir um jeito diferente de colocar em prática essa função.Despertar o interesse do seu cliente com algo que ele não encontre por aí.

Um exemplo disso: qual a profissão no Brasil que deveria ser a mais bem paga, e infelizmente, é a mais desvalorizada?

Se você disse professor, então a resposta está correta.

Pergunte para uma professora de ensino fundamental para ver o quanto ela está ganhando. Claro, há as exceções. As que conseguiram passar em concursos estão em algumas entidades que pagam um pouco melhor. No entanto, ainda sim, muito longe do que essas profissionais merecem receber, sem contar o tempo necessário para exercer essa função.

Mude agora e trabalhe com o que ama

Você pode estar pensando em duas possibilidades agora:

1 – Uma, é sentir pena de si mesmo e dizer: “Realmente, esse país não vai pra frente. Que mixaria esse salário. Injustiça com os pressores! É uma vergonha mesmo.”

2 – A outra é: “Como eu posso ser ou continuar sendo professor (a) e conseguir um salário melhor? Quais as outras possibilidades que existem pra mim? Talvez, possa dar aulas particulares”. E olha gente, como há falta de professoras particulares. Quando preciso encontrar uma para as minhas filhas, é como tentar achar pepita de ouro por aí.E isso ocorre não é por falta de alunos.

O que eu quero dizer, é que muitas vezes a oportunidade pode estar aí na sua frente mas você finge não enxergá-la por medo de arriscar.

Você precisa sair da caixa e pensar como pode ser feliz e ganhar um bom dinheiro com o serviço que presta às pessoas. Vou te dar outro exemplo: eu sou professora. Pode dizer que estou mais para palestrante, comunicadora ou outra coisa.  Mas, vou reafirmar que: sim, eu sou professora! Pois estou aqui ensinando pessoas a se autodesenvolverem.

E sabe qual a melhor parte disso? É que sou muito feliz e grata ao meu trabalho como coach e palestrante, além de ser muito bem remunerada por ele. Não tenho queixas. E o dia da semana é o que menos importa pra mim, porque realmente amo o que faço.

Ser feliz no trabalho é possível mesmo? É lógico que sim, é para todos!

Percebeu? Quando você olha pro seu trabalho e muda a forma como o realiza, a chance de ganhar mais por ele é muito maior. Porque voltar das férias, pensando nas próximas, mesmo sabendo que há 365 dias aí no meio, é desgastante demais. É como ser feliz apenas uma vez por ano.

Se você está cansado disso então comece a fazer algo para mudar. Pare de arranjar desculpas e empecilhos. Eu sei que há receio, ficamos com um pé atrás por medo de sair da nossa zona de conforto e enfrentar o desconhecido. No entanto, faça uma reflexão e pense se é melhor ser infeliz e seguro ou feliz ao tentar realizar um sonho de vida. Afinal, qual o seu objetivo de vida? O que você pode fazer para alcançá-lo?

Dica de exercício simples e prático:

Pegue papel e caneta, ou abra um arquivo no seu computador. Crie duas listas:

1 – Na primeira parte, especifique tudo o que você  gostaria de fazer. Talvez mudar de trabalho, comprar um carro, mudar de casa. Pode ser qualquer desejo.

2 – Na outra, coloque o que é necessário para atingir essa meta.

Quando você coloca no papel o que deseja, consegue visualizar melhor o que precisa ser feito, além de ser honesto consigo mesmo a respeito dos objetivos que deseja alcançar.

E você, já sonhou em trabalhar como coach ou palestrante?

Conseguiu se identificar com o tema? Quer muda sua vida a partir de hoje?

Então, não deixa de me acompanhar. Nos próximos vídeos vou ajudar vocês a sentirem a mesma felicidade que eu sinto quando estou trabalhando, mesmo que seja em um domingo. Isso seria um maravilhoso, não é mesmo? Mas, pode apostar que é possível e que está ao alcance de todos.

Quer saber mais sobre como ser feliz no trabalho? Clique no vídeo abaixo e saiba mais:

E se você tem um grande sonho em ser palestrante ou coach, assim como eu, e deseja saber mais sobre o tema, fica comigo.  Nos próximos posts darei mais dicas bacanas sobre essas profissões e vou contar um segredo especial: como a comunicação pode ser uma aliada importante para você alcançar seus objetivos.

Curtiu o conteúdo de hoje? Então deixe um comentário para a gente saber a sua opinião e compartilhe com seus amigos. Se desejar receber mais artigos como este, clique no botão abaixo.

 

Quer participar da minha lista VIP no WhatsApp e receber conteúdos exclusivos?

Envie seu NOME e SOBRENOME para o meu WhatsApp: 48 99135-1146 

 

QUER SALTAR PARA O PRÓXIMO NÍVEL DE SUA VIDA?

Eu vou te mostrar que SUCESSO não é uma questão de sorte ou azar. A grande sacada do sucesso profissional e pessoal é que ele pode ser construído com o auxílio de uma metodologia específica, que atua sobre as crenças limitantes e os sabotadores, eliminando-os de vez. E isso vai te fazer saltar para novos patamares de resultados, atraindo prosperidade e realização para sua vida.

SAIBA MAIS
Top