Cadastre seu e-mail para receber dicas fantásticas sobre SUCESSO e PROSPERIDADE

Sintomas da depressão: Livre-se deles a partir de hoje

Como identificar os sintomas da depressão?

Você está cansando de sentir tristeza, angústia, dor, ansiedade e irritabilidade? A depressão pode estar rondando a sua vida e você nem ao menos se deu conta disso. Hoje, eu vou mostrar a identificar as causas e os sintomas desse transtorno. Juntos, vamos aprender a mudar esses pensamentos negativos que podem estar sabotando a sua saúde e bem estar.

Em alguns momentos da vida, é normal você se sentir deprimido e cabisbaixo. Pode ser por algum problema em casa, o trabalho que não está rendendo, os filhos que estão passando por uma fase difícil. Eu sei como é. Todas as pessoas possuem problemas, até mesmo aquelas que parecem despreocupadas e felizes o tempo todo.

Ás vezes, muitas delas, a gente nem sabe o porquê da tristeza. Apenas sente que não acordou bem e aí já sabe, essa energia pesada se arrasta pelo resto do dia. Mas, em pouco tempo esse transtorno passa e as coisas voltam aos eixos.

Por mais simples que pareçam aos nossos olhos, só quem passa pela situação sabe como é vive-la. As reclamações passam a ser mais frequentes e a gratidão por tudo que temos é abandonada em um canto, e assim, os sintomas da depressão chegam e você nem percebe.

O problema é exatamente esse: quando a melancolia não é passageira. Quando ela simplesmente se muda pra sua vida de mala e cuia e isso começa a sugar toda a sua energia e disposição. De pouquinho em pouquinho, as atividades antes tão prazerosas passam a ser desagradáveis, os problemas ficam cada vez maiores e o sentimento de dor em angústia são constantes.

Primeiro passo: identifique os sintomas da depressão

Gostaria que nesse momento você separasse uma folha ou abrisse um arquivo no seu computador. Coloque ali tudo o que está sentindo. Vou te ajudar listando abaixo alguns dos mais comuns sintomas da depressão:

  • Choro constante, sem razão específica
  • Angústia, mesmo que tudo esteja bem na sua vida
  • Medo do desconhecido, ansiedade
  • Vontade de ficar em casa
  • Falta de disposição e vontade de fazer atividades que antes eram prazerosas
  • Falta de concentração
  • Falta ou excesso de apetite
  • Tornar-se uma pessoa irritável
  • Tristeza profunda
  • Dores no corpo
  • Perda de peso
  • Sonolência

Como eu disse antes, esses sinais podem estar ligados ao fato de você estar apenas deprimido. Entretanto, essa tristeza comum geralmente está ligada a uma motivação clara e específica.Os sintomas da depressão não possuem razão aparente. Como citado acima, bate aquela vontade de chorar e uma angústia que deixa o seu coração bem apertadinho, mas você não consegue identificar motivos para isso.

Conseguiu listar os seus sintomas? Então, vamos continuar.

Por onde começar? Livre-se dos sintomas da depressão

– Mude a sua forma de pensar e agir. Aprenda a agradecer.

Tudo bem, eu sei que é muito difícil. Ainda mais quando a força de vontade deu tchauzinho, pulou a janela e nunca mais voltou.

É preciso que você entenda que por mais que a “coisa’ pareça física, o lado emocional e psicológico são os maiores obstáculos para enfrentar a depressão. Na verdade, são os pensamentos que começam a afetar o lado motor. Desde então, as dores no corpo, e outras doenças começam a aparecer.

Isso, só para você ter a dimensão de como a força do seu pensamento é poderosa.

Tenha em mente que você é um agente ativo, é o protagonista da sua vida e não um refém das emoções. Aproveite a listinha que você começou a fazer e acrescente atividades que possam te ajudar a acabar com a depressão e agradeça por ter a chance de poder realiza-las. Claro, coloque tudo que está ao seu alcance.

Pode ser alguma atividade física, um curso bacana que abriu a inscrição, a terapia que foi adiada por meses. Experimente fazer algo fora da sua rotina. Sempre teve vontade de tomar aquele sorvete de pistache? Peça da próxima vez que sair. Nunca experimentou ler um livro de suspense? Divirta-se com uma boa história. Não se aventurou a conhecer os museus da sua cidade? Por que não visita-los no próximo final de semana?

Entenda que as pequenas mudanças de comportamento, o seu jeito de mentalizar e pensar vão te ajudar a dar um chega pra lá nessa tristeza profunda.

“Marcia, minha cabeça quer mas o corpo não obedece”. Calma lá, então preste mais atenção na sua condição. Está difícil demais? Não vê sentido em viver e continuar?

Sei que a vontade é apenas a de se isolar do mundo e principalmente das pessoas que amamos. Mas, faça exatamente ao contrário. Alie-se aos seus amigos, familiares e pessoas que confia. Abra seu coração e não tenha medo de ser julgado. Quanto mais pensamentos tristes e infelizes guardamos para nós, mais complicado será sair desse ciclo de autodepreciação.

Descubra o que desperta a tristeza

Com eu acabei de dizer, o que você pensa influencia diretamente na forma como você se sente. Por isso, vou passar aqui um exercício simples que a maioria dos psicólogos costumam pedir aos pacientes.

Quando um pensamento ruim rondar a sua mente: escreva!

Podemos chamar de ‘Tabela do Controle da Depressão”.  Ali você dividir em quatro colunas.

  • Hora
  • O que sentiu?
  • O que estava fazendo?
  • O que estava pensando?

Por exemplo: depois do almoço Flávia sentiu um grande vazio no peito. Ela estava lavando a louça e pensou em como está ficando velha e não tem mais nenhum objetivo de vida após os filhos terem crescido e estarem encaminhados.

Agora, chegou a parte mais importante: confrontas esses pensamentos. Como vimos na história hipotética da Flávia, ela se sente assim porque sente que tem outro projeto de vida agora que os filhos não precisam dela 24h. Então o que ela deve fazer? Descobrir alguma atividade que sempre quis fazer e nunca teve oportunidade.

A questão aqui é enxergar esses pensamentos ruins com outros olhos. É preciso ver neles a chance de mudar de vida e ser feliz de novo. De se reencontrar e renascer. Quero que você veja em si mesmo o quanto é especial e precioso. A depressão vai te levar cada vez mais longe da luz, para longe das coisas boas e das pessoas que você ama. Comece a mudar o seu comportamento e aprenda lidar com os problemas. Enfrente-os!

Como tratar os sintomas da depressão

Esse transtorno geralmente é tratado com auxílio médico. Antidepressivos a longo prazo são utilizados no combater a doença. No entanto, muitas pessoas reclamam que se sentem apáticas, com sonolência, que ganharam ou perderam peso. Se você olhar a bula, realmente verá alguns efeitos colaterais.

Não estou dizendo que você não deve usá-los, pelo contrário. Muitas vezes, a depressão é oriunda de problemas químicos do nosso cérebro, e apenas fazendo o tratamento adequado é que você pode começar a ter a sua vida de volta.

O que eu quero te mostrar é que a gratidão, ou o ato de agradecer, pode ser uma arma maravilhosa e no combate aos sintomas da depressão.

Quando nós somos gratos pela nossa vida e por tudo que temos torna-se cada vez mais fácil enfrentar obstáculos. Seu comportamento muda porque a sua forma de pensar também passa por essa mudança.

Sempre digo que quando se perde a felicidade em viver, você passa a questionar sobre o porquê de estar vivo. Agradeça hoje por tudo que te faz feliz e torne a felicidade um hábito constante na sua trajetória.

Se você gostou do texto de hoje, deixe seus comentários aqui abaixo, compartilhe este artigo e inscreva-se no site para receber todas as novidades que estamos sempre criando pra você:

Quer participar da minha lista VIP no WhatsApp e receber conteúdos exclusivos?

Envie seu NOME e SOBRENOME para o meu WhatsApp: 48 99135-1146 

QUER SALTAR PARA O PRÓXIMO NÍVEL DE SUA VIDA?

Eu vou te mostrar que SUCESSO não é uma questão de sorte ou azar. A grande sacada do sucesso profissional e pessoal é que ele pode ser construído com o auxílio de uma metodologia específica, que atua sobre as crenças limitantes e os sabotadores, eliminando-os de vez. E isso vai te fazer saltar para novos patamares de resultados, atraindo prosperidade e realização para sua vida.

SAIBA MAIS
Top